Páginas

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Noite dos Amantes

Eis que chega San Giovanni!
O dia de San Giovanni è conhecido na italia como dia de Sao Joao, proprio como no Brasil. O dia em que jovens iam aos campos fazer oferendas aos Santos pedindo um amor, ou casais que trocavam promessas nessa noite.

No Solsticio de Verao europeu tinha-se a tradiçao de colher ervas no dia 23/06, e na noite do dia 24/06 queimavam uma fogueira e nela jogavam uma parte das ervas colhidas como um uma forma atrair boa sorte. Tambem quem pulava a fogueira atraia nao apenas boa sorte como tambem um consorte.
Dia tambem ligado a divinaçoes com uso das aguas. Uma tradiçao da parte Piemontese è nesse dia encher uma bacia de agua e nela olhar e tentar entender os sinais. (Uma coisa muito dificil, acredite!)

A quem diga que San Giovanni amaldiçoou Aradia e assim atè hoje ela è obrigada a voar pela italia em uma vassoura (befana?). Mas para a maioria è como o Santo dos enamorados.
E' uma tradiçao na italia tambem parabenizar todos que se chamam Giovanni, dar presentes e atè fazer comemoraçoes, como um aniversario.

Podemos perceber um misto de tradiçoes antigas pagas com crenças cristans. Uma epoca em que contadinos comemoravam o calor do sol e a lavoura que estava crescendo, foi modificada a um dia Santo.

Eu faço aqui uma proposta:
Perguntem ao teu oraculo (tarot, runas, etc) e perguntem a ele ' O que, nesse dia dedicado aos enamorados, devo aprender?'
Conte para nòs depois =)

Bom Solsticio de Verao para os do norte, e um otimo Solsticio de Inverno para os queridos do Sul!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ancestralidade

A ancestralidade è um assunto importante para toda egregora e forma pagan de viver, um tema com diversas nuances e formas de pensar, uma vez nao ancestralidade nao fala apenas de aspectos sanguineos.

Mas como o blog è Stregonesco, nada mais justo que falar como esse tema è visto nessa espiritualidade =)

Na Italia (e acho que na europa em si) essa coisa de ancestralidade è de extrema importancia. Quando voce conheçe e se apresenta a alguem da italia è comun eles perguntarem 'Voce è filho de quem? Tem familia italiana? '
Normalmente os italianos se apresentam 'Oi! Sou Olivieri Giovanni. Filho de Olivieri Giuseppe e Medagliani Rosita'. Percebemos tambem que eles sempre colocam o sobrenome na frente do nome. Isso porque em tempos primordios, o sobrenome dizia muito quem voce era, e se talvez uma pessoa com teu mesmo sobrenome fez algo de errado no passado, com certeza nao iriam gostar de voce!

A ancestralidade na Stregoneria é muito importante, e em alguns clas o ponto focal/essencial. Em algumas casas (no sentido de tradiçao familiar) se cultuam ancestrais mortos como Deuses.
Na maioria dos casos os ancestrais sao como guias, Deuses menores que lhe ajudam em todos os pontos de tua vida. Uma vez que eles viveram antes de voce, eles tem muita sabedoria sobre o mundo e a vida.
Acho que todos aqui jà se pegaram, do nada, fazendo algo estranho. Como por exemplo, pedir ajuda a uma tia que jà faleceu para fazer aquela torta que so ela sabe fazer, preparar um cachimbo que teu avò tanto adorava no aniversario dele, ou sempre deixar um restinho de cafè na xicarà pois teu pai sempre amava tomar o ultimo gole. (conversamos sobre isso no encontro)
Seja nesses exemplos, ou em outros, acho que todos jà tiveram experiencias com Ancestrais.Essa 'memoria coletiva' è uma coisa fantastica, pois ela nòs conecta a memorias que jà passaram para outro plano, e assim entender muito de nossas praticas e atividades.

Uma visao que acho linda sobre Ancestralidade è a visao Celta. Conversando com uma amigo Druida, ele me disse que tudo, atè mesmo a pedra do jardim è um ancestral. Isso porque ela jà estava là antes de voce, e talvez se ela nao estivesse alì, voce tambem nao estaria aqui. E assim, o Celtas veem tudo na natureza como uma ancestral, e tudo que existe como sagrado.

Agora, uma pergunta que muitos devem estar pensando 'Como me conectar aos meus ancestrais?'
E' uma coisa tao simples, que por sua simplicidade acaba sendo atè meio dificil (heheehe)

E' assim, se quiser fazer um altar aos ancestrais, faça! Se quiser deixar uma vela todos os dias para eles, deixe! Se quiser deixar um prato a mais na mesa para ele, deixa!Simples assim.
Mas para fazer algo a eles, primeiro de tudo deve conheçe-los. Quem foram seus bisavos? Da onde vieram? Gostavam de algo em especial? E' muito importante esse estudo, pois fica mais facil a conexao.

Eu por exemplo tenho um altar para eles, onde deixo sempre uma vela de 7 dias queimando, para manter o fogo do meu lar sempre asceso. As vezes coloco alguns doces (pois meu pai adorava) e uma xicarà de cafè como meu avò gostava.
O importante è pensar sempre neles, pedir-lhes ajuda em tudo, conversar, agradeçer por cada passo dado, pela sabedoria que lhe ajuda.
Fazendo tudo com siceridade e amor, eles saberam como lhe mostrar que lhe ouvem.

Sou Nath Hera, filha de Arnaldo Prado e Helenita V. Rocha.