Páginas

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Celebrando Ferragosto

Oi pessoal!

Faz tanto tempo que nao entro aqui que encontrei teias de aranha hihihihi.

Bom pessoal, quem me conheçe sabe que sou PESSIMA escritora, e foi esse um dos motivos pelo desaparecimento (somado a preguiça tambem). Entao resolvi fazer videos ao invez de escrever =).
Peço desculpas pelos mils "nès" do video, pelo 'gaguejar' e a velocidade das palavras, prometo melhorar.

O tema hoje è Ferragosto, esperem que gostem. Qualquer duvidas me mandem um email que responderei com maior prazer!
Ah, esqueci de dizer, as flores no cabelo era pra simbolizar o verao ^^


PS: Informaçoes sobre o tema foram passadas por um historiador de espiritualidades antigas. Caso alguma informaçao estiver errada, por favor me corrijam. (nunca confiar em tudo :D )



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Pequenas Iniciaçoes

Vamos para outro tema bem polemico?

Todos os seres viventes passam por iniciaçoes, cada uma de acordo com sua especie. Os passaros passam pela iniciaçao do primeiro voo, os tigres a iniciaçao da primeira caça, os peixes ja nascem passando pela iniciaçao de ter que aprenderem a viver sozinho, e por assim vai.

Para nòs, seres humanos, nao è diferentes. O primeiro banho, os primeiros passos, primeiras palavras, a primeira papinha, a primeira noite na cama nova, o primeiro dia de escola, e tantas outras.
A vida è feita de pequenas iniciaçoes, e uma vez que a bruxaria deve fazer parte da tua vida de forma natural, assim tambem acontece com os praticantes de stregoneria.

Quando digo 'iniciaçao' - do ato de dar um começo a algo -  nao me refiro apenas a primeira menstruaçao, batizado, iniciaçao de grau e nem outras tantas conheçidas no mundo neopagao... falo de coisas mais simples e que precede a esses.

Uma das minhas primeiras iniciaçoes mais importantes aconteceu quando eu tinha 13 anos e resolvi cozinhar sozinha, assim do nada. Meu primeiro arroz saiu salgado como o mar e meu feijao agua pura!
Uma outra (que me emociono quando lembro) quando tinha 16 anos, em uma manha de verao que os Deuses me mostraram estar no caminho certo mandando-me uma borboleta amarela depois de uma longa noite sonhando com esta. O primeiro desejo realizado e o entendimento da frase 'cuidado com o que pedes, pois voce pode conseguir'.
E tive milhoes de outras: O primeiro feitiço, a primeira intuiçao bruxistica, o primeiro castigo da Deusa (que nunca esquecerei rsrs), a primeira celebraçao, o primeira bençao e poçao...e por ai vai.

O que quero dizer com isso?
Quero mostrar a todos que para a Stregoneria nao existe uma iniciaçao unica. As pessoas se prendem tanto a isso que se esquecem de dar um começo as coisas mais simples.

Quer ter uma iniciaçao Stregonesca?
Entao começe desde jà com o respeito ao proximo, familia e natureza. Inicie a ensinar seus olhos a ver tudo como sagrado, a aceitar no olhar de um cao de rua a resposta dos Deuses. Inicie a entender a sacralidade dos alimentos e do teu corpo. Inicie a escutar sua intuiçao, a cheirar as ervas e tentar entende-las, a dar um lindo sorriso pela manha ao Sol, a se perguntar porque o cafè è amargo e o açucar è doce.
Inicie a conheçer seus ancestrais, a agradecer as estaçoes, a encontrar dentro de si as respostas e ensinamentos e a amar a si mesmo como se ama os Deuses, pois eles fazem parte de voce!

Para quem se interessa por Stregoneria, aqui vai uma dica:
Inicie tambem a dar bom dia ao Sol, a prestar atençao no movimento da lua, aprender mais sobre seus ancestrais, estudar os aspectos dos Deuses e seus gostos.
Cheire todas as ervas e plantas que encontrar e escreva o que cada uma delas ti lembra. Inicie a conheçer os diferentes tipos de alimentos e a gostar de coisas verdes. Aprenda um hobbi que lhe ensine a ter atençao focada como pintar ou desenhar.
Alem dessas voce pode criar as suas. Pegue um caderno e escreva tudo aquilo que voce acha importante para se tornar quem voce quer ser.

Sao pequenas iniciaçoes que farao voce conseguir a iniciaçao que tanto quer: A inciaçao dos Deuses!

Corra atraz de cada iniciaçao dessas, viva ela com alegria e intensidade. Nunca se esqueça que: a stregoneria è feita de iniciaçoes cotidianas!
Quem precisar de ajuda, tiver duvidas ou qualquer outra informaçao, me mande um recado e eu lhe ajudarei no que precisar =)

Vou postanto outras dicar de ajuda para quem esta afim de entrar no mundo Stregonesco Italiano, fiquem de olho!!

Grande Beijo da Strega!

Imagens venho daqui

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Noite dos Amantes

Eis que chega San Giovanni!
O dia de San Giovanni è conhecido na italia como dia de Sao Joao, proprio como no Brasil. O dia em que jovens iam aos campos fazer oferendas aos Santos pedindo um amor, ou casais que trocavam promessas nessa noite.

No Solsticio de Verao europeu tinha-se a tradiçao de colher ervas no dia 23/06, e na noite do dia 24/06 queimavam uma fogueira e nela jogavam uma parte das ervas colhidas como um uma forma atrair boa sorte. Tambem quem pulava a fogueira atraia nao apenas boa sorte como tambem um consorte.
Dia tambem ligado a divinaçoes com uso das aguas. Uma tradiçao da parte Piemontese è nesse dia encher uma bacia de agua e nela olhar e tentar entender os sinais. (Uma coisa muito dificil, acredite!)

A quem diga que San Giovanni amaldiçoou Aradia e assim atè hoje ela è obrigada a voar pela italia em uma vassoura (befana?). Mas para a maioria è como o Santo dos enamorados.
E' uma tradiçao na italia tambem parabenizar todos que se chamam Giovanni, dar presentes e atè fazer comemoraçoes, como um aniversario.

Podemos perceber um misto de tradiçoes antigas pagas com crenças cristans. Uma epoca em que contadinos comemoravam o calor do sol e a lavoura que estava crescendo, foi modificada a um dia Santo.

Eu faço aqui uma proposta:
Perguntem ao teu oraculo (tarot, runas, etc) e perguntem a ele ' O que, nesse dia dedicado aos enamorados, devo aprender?'
Conte para nòs depois =)

Bom Solsticio de Verao para os do norte, e um otimo Solsticio de Inverno para os queridos do Sul!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ancestralidade

A ancestralidade è um assunto importante para toda egregora e forma pagan de viver, um tema com diversas nuances e formas de pensar, uma vez nao ancestralidade nao fala apenas de aspectos sanguineos.

Mas como o blog è Stregonesco, nada mais justo que falar como esse tema è visto nessa espiritualidade =)

Na Italia (e acho que na europa em si) essa coisa de ancestralidade è de extrema importancia. Quando voce conheçe e se apresenta a alguem da italia è comun eles perguntarem 'Voce è filho de quem? Tem familia italiana? '
Normalmente os italianos se apresentam 'Oi! Sou Olivieri Giovanni. Filho de Olivieri Giuseppe e Medagliani Rosita'. Percebemos tambem que eles sempre colocam o sobrenome na frente do nome. Isso porque em tempos primordios, o sobrenome dizia muito quem voce era, e se talvez uma pessoa com teu mesmo sobrenome fez algo de errado no passado, com certeza nao iriam gostar de voce!

A ancestralidade na Stregoneria é muito importante, e em alguns clas o ponto focal/essencial. Em algumas casas (no sentido de tradiçao familiar) se cultuam ancestrais mortos como Deuses.
Na maioria dos casos os ancestrais sao como guias, Deuses menores que lhe ajudam em todos os pontos de tua vida. Uma vez que eles viveram antes de voce, eles tem muita sabedoria sobre o mundo e a vida.
Acho que todos aqui jà se pegaram, do nada, fazendo algo estranho. Como por exemplo, pedir ajuda a uma tia que jà faleceu para fazer aquela torta que so ela sabe fazer, preparar um cachimbo que teu avò tanto adorava no aniversario dele, ou sempre deixar um restinho de cafè na xicarà pois teu pai sempre amava tomar o ultimo gole. (conversamos sobre isso no encontro)
Seja nesses exemplos, ou em outros, acho que todos jà tiveram experiencias com Ancestrais.Essa 'memoria coletiva' è uma coisa fantastica, pois ela nòs conecta a memorias que jà passaram para outro plano, e assim entender muito de nossas praticas e atividades.

Uma visao que acho linda sobre Ancestralidade è a visao Celta. Conversando com uma amigo Druida, ele me disse que tudo, atè mesmo a pedra do jardim è um ancestral. Isso porque ela jà estava là antes de voce, e talvez se ela nao estivesse alì, voce tambem nao estaria aqui. E assim, o Celtas veem tudo na natureza como uma ancestral, e tudo que existe como sagrado.

Agora, uma pergunta que muitos devem estar pensando 'Como me conectar aos meus ancestrais?'
E' uma coisa tao simples, que por sua simplicidade acaba sendo atè meio dificil (heheehe)

E' assim, se quiser fazer um altar aos ancestrais, faça! Se quiser deixar uma vela todos os dias para eles, deixe! Se quiser deixar um prato a mais na mesa para ele, deixa!Simples assim.
Mas para fazer algo a eles, primeiro de tudo deve conheçe-los. Quem foram seus bisavos? Da onde vieram? Gostavam de algo em especial? E' muito importante esse estudo, pois fica mais facil a conexao.

Eu por exemplo tenho um altar para eles, onde deixo sempre uma vela de 7 dias queimando, para manter o fogo do meu lar sempre asceso. As vezes coloco alguns doces (pois meu pai adorava) e uma xicarà de cafè como meu avò gostava.
O importante è pensar sempre neles, pedir-lhes ajuda em tudo, conversar, agradeçer por cada passo dado, pela sabedoria que lhe ajuda.
Fazendo tudo com siceridade e amor, eles saberam como lhe mostrar que lhe ouvem.

Sou Nath Hera, filha de Arnaldo Prado e Helenita V. Rocha.


sábado, 21 de maio de 2011

Curar, rezar, amar!

A espiritualidade, religião, serve como um caminho de cura pessoal. Um instrumento que nos faz crescer individualmente, nos auto-conhecer e cuidar daquilo que nos è mais importante.
E o que è mais importante para nós do que nossa família?
Para os praticantes de Stregoneria não existe nada mais sagrado do que nossa comunidade/família. Não existe uma figura que nos represente melhor a Deusa do que nossa Mãe. E por isso temos que cuidar, zelar, curar e proteger nossa família.
Assisti uma palestra da Norà Shanon em Paranapiacaba (obrigada Pietra por me levar a esta palestra) que explicava exatamente esse oficio que toda a bruxa deve carregar e preservar, e lagrimas me vieram aos olhos com os relatos dessa Curandeira fantástica!!

O que mais me emocionou, e que è a pura verdade, foi quando ela disse que é um DEVER de todos os bruxos de curar nossa família e aqueles que nos são queridos. Não interessa se você não gosta de tal primo, ou se esta brigada a anos com tua irma, è TUA OBRIGACAO curá-los e protegê-los, e eles não precisão ficar sabendo disto.

A arte de curar e benzer não è tão simples, requer estudo, paciência e muita dedicação. Não pode ser vista e nem feita de 'qualquer geito'. E’ uma pratica milenar que deve ser respeitada!
Existem milhares de maneiras de benzer. Há quem faça isso com ramos de arruma, com óleo vegetal ou banho de ervas.
Eu particularmente gosto de benzer com palavras.  Uma rima, uma reza ou um pedido a nossa Divindade protetora tem uma força danada!! Mas para que funcione deve ser feita com todo o coração, amor e devoção. Pare facil, mas nao è!
Esta rima uso para benzer qualquer pessoa, a qualquer hora do dia. E’ simples e muito bonita:“Ti benedico in nome Del cielo, del’acqua e del’albero
Ti benedico per Dhànna, per Una, per Buona
Con le mani, piedi e cuore
Ti sentirà piena, libera e guarita.”


Traduçao:
Te abençoo em nome do ceu, da agua e da arvore
Te abençôo por Dhànna, por Una, por Buona (nome de deusas)
Com mãos, pés e coração
Se sentirà cheia, livre e abençoada”


Importante dizer que o benzimento não è uma arte apenas para humanos. Uma vez que devo benzer tudo que amo, faço isso com meu Cachorrinho, plantas e até animais da rua.
A cura, o curar, è algo mais complicado.Quando sabemos que è um mal olhado, quebranto ou fascínio, temos várias receitas para isso, mas muitas vezes o problemas è mais profundo do que parece.
Para mal olhado, quebrando ou fascínio podemos usar o ‘corte da tesoura’ como arma, ou ‘furar’ as gotas de olhos que aparecem na água do pires, limpar a pessoa com um ramo de alecrim e muitas outras coisas. Cada um acaba tendo uma receita própria.
Mas, como já disse, umas vezes o foco è muito mais profundo. Estou falando de sentimentos como magoa, raiva, inveja, solidão, depressão...e para esses males não existe ferramenta melhor que ‘a fala’.Conversar, aconselhar, acolher a pessoas em teus braços para chorar...dar palavras de consolo, usar teu oráculo para trazer a pessoa de volta a realidade. Isso também è curar, e digo até que muito mais difícil do que quebrar uma inveja.
Nessa arte não podemos julga, temos apenas que escutar e tentar aconselhar da melhor maneira possível. Trazer uma pessoa a uma realidade que ela não quer ver é complicado, e muitas vezes falimos...não porque queremos, mas por cada um ter o livre arbítrio de escolher aquilo que quer para si.
Entao, Bruxos e Bruxas, não guardem aquilo que sabem só para vocês. Escolher ser uma Bruxa/Bruxo cria uma responsabilidade enorme em nós. E nesse momento temos que saber agir, escutar e calar.

Grande Beijo!

terça-feira, 17 de maio de 2011

Convite!

Ola a todos!!

Eu e a Pietra convidamos a todos a participar do encontro para comemorar o World Tarot Day!
Uma tarde para trocarmos para conversar e fazer o mundo conheçer mais sobre esse objeto tao maravilhoso!


Para participar do concurso e ganhar, alem de um deck novinho, um curso de tarot com Pietra di Chiaro Luna e uma leitura completa pela Luciana Onofre, entre no link abaixo e mande tua ideia:


Espero ver todos dia 25!!
Um Grande Beijo!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tradicionalismo x Neopaganismo

Senti a ‘necessidade’ de escrever esse post quando, semana passada, estava conversando com uma pessoa. Ele queria dicas de como nós da Stregoneria fazíamos para abrir circulo e invocar os elementais. Quando respondi a ele que não fazia idéia do que ele estava falando em disse que eu não poderia o ajudar e me bloqueou (atitude bem adulta, hahaha).
Antes de prosseguir deixo CLARO que o que escrevo è referente a minhas praticas, de cunho familiar. Caso algum Stregonesco não veja nenhum sentindo em tais palavras jà sabe o porque ^^.
Tenho muitos amigos Pagãos, e uma coisa que nunca consegui entender o ‘porque’ foi essa coisa de Abertura de Circulo Ritual. Já li sobre, já presenciei, já até o fiz, mas mesmo assim é algo que não consigo entender.
Para mim todos os lugares são sagrados, pois todos fazem parte do corpo Divino, logo não encontro uma explicação plausível para a criação de um espaço sagrado.
Comemoro meu calendário e minhas festas como se eu estive comemorando um ‘Natal’ por exemplo. Acordo feliz, faço os preparativos para a festa e recebo todos meus convidado (físicos ou não) de braços abertos, e toda a minha casa acaba virando um salão de festas.
Essas coisas de abrir circulo, instrumentos ritualísticos, vestimentas rituais é algo muito moderno neopagao.
O que vocês chamam de instrumentos para mim são ferramentas que uso não só para rituais, mas para tudo no dia a dia, como o tal athame.
Na Stregoneria de cunho Tradicional familiar a coisa se desenvolve normalmente, pois a magia para nós è algo normal, que se vive todos os dias...seja no varrer uma casa, cozinhar um frango ou lavar a roupa suja. Da hora que acordamos até a hora que vamos dormir, tudo faz parte de nossas praticas, mesmo as coisas mais banais como limpar a caca do cachorro.
Eu acho que não podemos fazer separações de vida civil e vida mágica, somos uma pessoa só e para estarmos alinhados aos nossos Ancestrais e Deuses temos que vivenciar eles cada segundo.
No começo è meio difícil ter essa visão, mas com o tempo tudo fica tão inconsciente. Um dia você acorda e (do nada) deixa uma xícara de café na mesa para aquele seu tio que se foi e adorava um café pela manha.
E’ ai, nesses momentos incoscientes, que começamos a receber os ‘Insights’. Inspirações do Divino e ensinamentos, e temos que estar abertos e ‘ligados’ para essas coisas.
Uma dica que dou a vocês que querem seguir o caminho Stregonesco: SE ABRAM! Esqueçam o que lêem nos livros e fiquem atentos ao dia a dia, conversem com teus Antenati, agradeça pelo dia que viveu, deizem eles fazerem parte de suas vidas!
Grande Beijo!

"Grazie Antenati, per tutto quello che ho vissuto...e tutto quello che ancora devo imparare!"